Uncategorized

Povo Kotiria se une para fortalecer cultura no Alto Uaupés

Em oficina, comunidades do povo Kotiria se unem para fortalecer a cultura milenar na região do Alto Uaupés

Participantes da oficina realizada na comunidade Caruru Cachoeira – Alto Uaupés. Foto: Larissa Duarte/Foirn

Conhecidos pela sua especialidade no manejo do carajuru, um pó corante feito com as folhas de um cipó, muito usado na confecção de artefatos rituais e pintura corporal, o povo Kotiria, que vive principalmente na região do Alto Uaupés, se une para fortalecer sua cultura milenar.

A preocupação sobre a manutenção e transmissão dos conhecimentos tradicionais foi uma das propostas de ação prioritária apontada pelo Povo Kotiria no PGTA do Território onde vivem. Segundo eles, a pauta de valorização cultural do povo é importante e necessário para a que a nova geração continue mantendo e transmitindo esses conhecimentos milenares para as próximas gerações.

Tal preocupação mobilizou professores, alunos e lideranças a apresentarem propostas com essa temática para o primeiro edital do Fundo Indígena do Rio Negro (Firn), lançado pela Foirn em 2021. E duas propostas da região do Alto Uaupés, território do Povo Kotiria e Kubeo foram aprovadas pelo Firn, uma da Escola Kotiria sobre “Cultura do Povo Kotiria e sua dança tradicional” e outra da Associação das Mulheres Indígenas do Alto Uaupés sobre “Manejo do Carajuru”. (A primeira oficina das mulheres sobre carajuru será em agosto deste ano).

Danças Tradicionais do povo Kotiria na maloca da comunidade Caruru Cachoeira. Foto: Larissa Duarte/Foirn

Para dar inicio ao projeto, a Associação da Escola Kumuno Wü’ü realizou a primeira oficina nos dias 21 e 22 de abril de 2022, comunidade de Caruru cachoeira para tratar dos temas como: origem do povo Kotiria e das danças Tradicionais Kotiria, Bohsenumu Kusinida – Considerações de parentesco entre outros grupos étnicos e considerações de parentesco entre familiares.

Conhecedores tradicionais comemoraram a iniciativa dos professores e lideranças em promover atividades que buscam fortalecer a cultura do povo. Segundo eles, o projeto iniciado vai contribuir nesse processo, e pretendem registrar e publicar esses conhecimentos através da escola – para servir de material de pesquisa e apoio na formação dos adolescentes e jovens nas comunidades que participam da atividade.

Lideranças, conhecedores tradicionais, jovens e mulheres das comunidades Arara cachoeira, Caruru cachoeira, Ilha de inambu (ilha), Taracuá Ponta, Jutica, Puraque Ponta e Iauarete participaram da oficina, com total de 90 pessoas.

Jovens e conhecedoras tradicionais do Povo Kotiria participaram da oficina. Foto: Larissa Duarte/Foirn

A Coidi, coordenadoria regional, através do Alberto Jeremias Lana, participou da oficina realizada em Caruru Cachoeira, que reafirmou a importância do fortalecimento das associações de base e como Fundo Indígena do Rio Negro vai contribuir na implementação de algumas propostas que foram levantadas nos PGTAs.

A Foirn representado pela diretora Janete Alves de referência da Coidi (Coordenadoria das Organizações Indígenas do Distrito de Iauaretê) e coordenadoras dos departamentos Larissa Duarte (Mulheres) e Gleice Maia (Juventude), participaram da atividade, onde, tiveram a oportunidade de falar dos trabalhos institucionais da federação, atualizando informações sobre o atual contexto da luta dos povos indígenas em defesa dos direitos constitucionais, e as PLs 191 e outros projetos de leis que ameaçam a vida e os territórios indígenas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Terra e Cultura para o bem viver indígena

Blog da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro

Blog II da EIBC Pamáali 2014 a 2016

Bem-Vindo ao blog II da escola Pamáali, localizada no Médio Rio Içana-Alto Rio Negro. Aqui você encontra notícias da região do Alto Rio Negro sobre Educação Escolar Indígena e outros assuntos. Deixe seus comentários!

CAIMBRN

Coordenadoria das Associações Indígenas do Médio e Baixo Rio Negro

Blog do Povo Baniwa e Koripako

Nossa presença na Web

Antropologia médica

Diálogos entre pesquisadores latinoamericanos

Lúcio Flávio Pinto

A Agenda Amazônica de um jornalismo de combate

Rio Negro

Blog do Ray Baniwa

%d blogueiros gostam disto: