Uncategorized

MÉDIO RIO NEGRO | Em Audiência Pública, Câmara Municipal apresenta proposta de lei que visa adotar o tucunaré como patrimônio do meio ambiente no município de Santa Isabel do Rio Negro.

A Audiência Pública foi realizada na manhã desta sexta-feira, (18.3) pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca, Abastecimento e Desenvolvimento do Campo da Câmara Municipal de Santa Isabel do Rio Negro, do projeto de Lei N° 005/2021, oriundo do poder executivo.


 
Em resumo, a proposta de lei “Dispõe sobre a adoção do Tucunaré como patrimônio do meio ambiente do município de Santa Isabel do Rio Negro, adotando-o como animal símbolo da preservação ambiental, nos rios e lagos pertencente às áreas abrangidas pelo município”.
 
Representando as comunidades e movimento  indígena do Rio Negro, Deivison Murilo – Membro do CONDEF/ACIMRN, leu uma carta sobre a proposta de Lei que entre outros assuntos manifesta a necessidade da lei estar bem definida, que os benefícios propostos investidos sejam investidos em ações de monitoramento, fiscalização e compensação para as comunidades, que o projeto não cause danos e nem interfira nos direitos constitucionais das comunidades indígenas envolvidas, considerando que no atual contexto os órgãos de fiscalização do governo federal como IBAMA, ICMbio e FUNAI estão sucateados.
 

Em destaque Deivison Murilo – Membro do CONDEF/ACIMRN – Foto: Rhariton Horário – ACIMRN


A carta ainda destaca que a ACIMRN, Instituto Socioambiental (ISA) em parceria com IDAM e prefeitura local desenvolveu em 2013 e 2014 um projeto de monitoramento participativo de pesca, que constatou que o Tucunaré está entre os 5 peixes mais consumidos na região. Nesse sentido, é necessário estudos, investimento na educação ambiental como partes importantes na implementação da lei.
 
“Os vereadores falaram muito sobre alternativas para não prejudicar as comunidades e ribeirinhos, planos de manejo, sustentabilidade, mas, não apresentaram nenhuma proposta concreta”, afirmou Deivison.
 
A comissão propositora da audiência tem prazo de cinco de dias para elaborar ata circunstanciada para divulgar a ata no diário oficial dos municípios.
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Terra e Cultura para o bem viver indígena

Blog da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro

Blog II da EIBC Pamáali 2014 a 2016

Bem-Vindo ao blog II da escola Pamáali, localizada no Médio Rio Içana-Alto Rio Negro. Aqui você encontra notícias da região do Alto Rio Negro sobre Educação Escolar Indígena e outros assuntos. Deixe seus comentários!

CAIMBRN

Coordenadoria das Associações Indígenas do Médio e Baixo Rio Negro

Blog do Povo Baniwa e Koripako

Nossa presença na Web

Antropologia médica

Diálogos entre pesquisadores latinoamericanos

Lúcio Flávio Pinto

A Agenda Amazônica de um jornalismo de combate

Rio Negro

Blog do Ray Baniwa

%d blogueiros gostam disto: